Pular para o conteúdo principal

Como Hollywood se tornou a capital do cinema americano?


We dance on the "H" Of the Hollywood sign...
        Hollywood é o símbolo do cinema estadunidense. Conhecida pela concentração de empresas do ramo de filmes, o nome do distrito se tornou sinônimo da indústria do gênero. Mas como foi que esse pedacinho de Los Angeles se tornou centro histórico de filmagens e astros da indústria cinematográfica?

Curta a Page do TST no Facebook e confira mais conteúdo interessante sobre cinema!

Cenário perfeito


        O real e principal motivo pela instalação de tantos estúdios cinematográficos no distrito, era a necessidade de fuga para um bom local de gravação.
        Thomas Edison, criador do kinetoscópio, estaria cobrando altos valores de patentes para todos que almejassem utilizar seu equipamento (necessário para a produção das imagens em movimento) mas isso em Nova York. A saída era produzir em outro estado.
         Deserto, aparência árida, e ao mesmo tempo cheio de plantas, montanhas e mar. Hollywood era o lugar perfeito para filmagens, afinal todo o tipo de cenário necessário podia ser encontrado lá, isso sem falar na iluminação conferida pelo belíssimo sol de Los Angeles, que é forte ao longo de todo o ano.
         Caiu como uma luva. Com esses dois fatores somados, logo o local se tornava um centro de grandes produções.

Nome histórico

Vale lembrar que nessa época, o nome do distrito não era o sinônimo de "Produção industrial cinematográfica americana" como é hoje em dia. Aliás, o nome sequer era esse. "Hollywood" foi adotado apenas em 1949, pois até então ele era chamado de "Hollywoodland" 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As cenas mais difíceis de gravar dos últimos tempos

Em meio a constante evolução das superproduções de Hollywood, cada vez mais vemos filmes cheios de CGI, ação, lutas coreografadas e muita Destruição. De fato, esse tipo de cena se tornou tão comum que qualquer explosão já não agrada facilmente os cinéfilos, elas precisam ser bem produzidas para se destacarem, e é claro, compor parte de uma boa história. A criatividade dos cineastas é posta a prova, e aqueles que dão asas à imaginação conseguem criar imagens inesquecíveis para qualquer espectador. Engana-se quem pensa que a tecnologia tornou fácil produzir esses momentos de tirar o fôlego, afinal, tudo envolve muito trabalho, tempo e principalmente dinheiro. Confira algumas das cenas mais difíceis de gravar dos últimos tempos:


Curta a Page do TST no Facebook e confira mais conteúdo interessante sobre cinema! 3- Cena do prédio em "Missão Impossível: Protocolo Fantasma"
            É impossível pensar em "Missão Impossível: Protocolo Fantasma" sem lembrar-se d…

3 filmes nacionais que você precisa assistir!

Pense nos 5 últimos filmes que você assistiu. Destes 5, quantos eram brasileiros?Provavelmente uma quantidade desproporcional à de produções hollywoodianas.


          Filmes clichês, roteiros vazios, atuações de pedra, humor fútil, história fácil e cara de novela das 9, infelizmente isso tem definido as produções nacionais mais conhecidas. Se engana aquele que pensa que tudo o que vem daqui no cinema pode ser classificado assim.
        Fugindo das comédias da Globo Filmes, e deixando de lado "Cidade de Deus, "Carandiru", "Tropa de Elite", e outros que costumam dar a cara em listas do tipo, há diversas produções nacionais que discutem temas sérios, tem boas histórias e trazem a verdadeira 7ª arte para cenários daqui de dentro, basta pegar a pipoca, e mergulhar neles.

3: Central do Brasil
           Lançado em 1998, é uma das provas de que a frase "Filme bom nunca fica velho" é verídica. Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, ao de melhor atri…

Modern Times Forever: Conheça o filme mais longo da história!

Se você assistiu "O Senhor dos Anéis:O Retorno do Rei", e já achou que 3h30 de duração eram muito, saiba que há filmes que fazem o longa de Peter Jackson parecer um curta. Você já parou para pensar qual é a duração do filme mais longo já produzido na história? É muita coisa, então prepara a pipoca e uma internet muito boa se quiser assistir à esse recordista.
           O dono deste recorde se chama "Modern Times Forever" e tem a absurda duração de 240 horas (10 dias). Dirigido por Jakob Fenger, ele mostra o passar do tempo da sede da empresa Stora Enso. Ele foi exibido apenas uma vez, na fachada do prédio tema do documentário.
O título não deve ficar com "Modern Times Forever" por muito tempo, visto que em 2020 o diretor Anders Weberg pretende lançar uma produção com inimagináveis 30 dias de duração!!! Chamado Ambiancé, ele será um filme experimental que basicamente exibirá imagens abstratas e artísticas. Seu trailer tem 7 horas de duração, dando…