Pular para o conteúdo principal

Quando foi lançado o primeiro filme colorido da história?

Quando pensamos em imagens antigas, a primeira coisa que nos vem à mente são coisas preto e branco. Tanto em fotografias quanto em filmes, a escala de cinza ficou datada como característica de obras de muitas décadas atrás. Mesmo que ainda seja usada hoje em dia por rasões conceituais, o que predomina atualmente é a captura de cenas coloridas, mas quando foi que elas começaram a ser utilizadas?

Quer receber mais conteúdo interessante sobre cinema? curta nossa página no Facebook

1899:The Serpentine Dance


Engana-se quem pensa que antigamente nada tinha cor. Na verdade, apenas 4 anos após a exibição oficial do primeiro filme da história, criado pelos irmãos Lumière, os mesmos lançaram um curta de 44 segundos à cores, chamado "The Serpentine Dance. Ele foi colorido a mão, ou seja, capturado em cinza e depois pintado artificialmente, e mostrava uma pequena coreografia desempenhada por uma dançarina.

1902: As imagens de Edward Raymond Turner


Deixando de lado as obras coloridas em pós-produção, o primeiro capturado direto em cores, com uma câmera capaz de realizar o feito, foi gravado pelo britânico Edward Raymond Turner em 1902. 3 anos após "The Serpentine Dance". Nas imagens de Turner, podemos ver cenas de sua família de forma documental, sendo um verdadeiro vídeo caseiro, porém ele nunca foi lançado, tendo sido redescoberto recentemente.


1912: With Our King and Queen Through India

Agora, o posto de primeiro filme capturado à cores e oficialmente lançado, foi "With Our King and Queen Through India", documentário britânico que mostrava celebrações indianas durante o
coroamento do rei George V e tem 2h30 de duração.

Gostou? Não esqueça de compartilhar o post em suas redes sociais e curtir a página do TST no Facebook!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As cenas mais difíceis de gravar dos últimos tempos

Em meio a constante evolução das superproduções de Hollywood, cada vez mais vemos filmes cheios de CGI, ação, lutas coreografadas e muita Destruição. De fato, esse tipo de cena se tornou tão comum que qualquer explosão já não agrada facilmente os cinéfilos, elas precisam ser bem produzidas para se destacarem, e é claro, compor parte de uma boa história. A criatividade dos cineastas é posta a prova, e aqueles que dão asas à imaginação conseguem criar imagens inesquecíveis para qualquer espectador. Engana-se quem pensa que a tecnologia tornou fácil produzir esses momentos de tirar o fôlego, afinal, tudo envolve muito trabalho, tempo e principalmente dinheiro. Confira algumas das cenas mais difíceis de gravar dos últimos tempos:


Curta a Page do TST no Facebook e confira mais conteúdo interessante sobre cinema! 3- Cena do prédio em "Missão Impossível: Protocolo Fantasma"
            É impossível pensar em "Missão Impossível: Protocolo Fantasma" sem lembrar-se d…

3 filmes nacionais que você precisa assistir!

Pense nos 5 últimos filmes que você assistiu. Destes 5, quantos eram brasileiros?Provavelmente uma quantidade desproporcional à de produções hollywoodianas.


          Filmes clichês, roteiros vazios, atuações de pedra, humor fútil, história fácil e cara de novela das 9, infelizmente isso tem definido as produções nacionais mais conhecidas. Se engana aquele que pensa que tudo o que vem daqui no cinema pode ser classificado assim.
        Fugindo das comédias da Globo Filmes, e deixando de lado "Cidade de Deus, "Carandiru", "Tropa de Elite", e outros que costumam dar a cara em listas do tipo, há diversas produções nacionais que discutem temas sérios, tem boas histórias e trazem a verdadeira 7ª arte para cenários daqui de dentro, basta pegar a pipoca, e mergulhar neles.

3: Central do Brasil
           Lançado em 1998, é uma das provas de que a frase "Filme bom nunca fica velho" é verídica. Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, ao de melhor atri…

Modern Times Forever: Conheça o filme mais longo da história!

Se você assistiu "O Senhor dos Anéis:O Retorno do Rei", e já achou que 3h30 de duração eram muito, saiba que há filmes que fazem o longa de Peter Jackson parecer um curta. Você já parou para pensar qual é a duração do filme mais longo já produzido na história? É muita coisa, então prepara a pipoca e uma internet muito boa se quiser assistir à esse recordista.
           O dono deste recorde se chama "Modern Times Forever" e tem a absurda duração de 240 horas (10 dias). Dirigido por Jakob Fenger, ele mostra o passar do tempo da sede da empresa Stora Enso. Ele foi exibido apenas uma vez, na fachada do prédio tema do documentário.
O título não deve ficar com "Modern Times Forever" por muito tempo, visto que em 2020 o diretor Anders Weberg pretende lançar uma produção com inimagináveis 30 dias de duração!!! Chamado Ambiancé, ele será um filme experimental que basicamente exibirá imagens abstratas e artísticas. Seu trailer tem 7 horas de duração, dando…